top of page

O mercado de leilões no Brasil

Voltamos aos estúdios para mais um episódio muito especial do Clac Cast! Em um momento de mercado aquecido e busca por cavalos de diferentes níveis do esporte, conversamos com os sócios da CWB Horses e da Milan Horses sobre o mercado, criação e leilões de cavalos no Brasil. 


De acordo com a visão de mercado apresentada, o Brasil ainda produz menos animais de esporte do que os atletas buscam comprar, o que gera uma grande procura e aumento dos preços, que também subiram nos últimos anos pela alta do dólar. "A criação tem seu custo diretamente ligada ao valor do dólar, a partir do momento que gastamos mais para criar um cavalo, o valor final dele no mercado também será mais alto", explica Luis Piva, sócio da Milan Horses. 


Para eles, o aumento do número de praticantes do esporte aumentou consideravelmente após a pandemia e, com isso, tivemos também um aumento da procura por cavalos prontos para competir ou para compra com um custo mais em conta de um potro, para depois vir a competir com o cavaleiro. "Na pandemia tivemos um aumento do número de praticantes, porque as pessoas quiseram fazer um esporte ao ar livre, no verde, e que é individual, onde era possível o distanciamento", conta Rodrigo Kost, sócio da CWB Horses. 


A partir desse momento de pandemia, a mudança de paradigma das pessoas em relação aos leilões também foi fundamental: "Antes existia muito a ideia de que os criadores colocavam os seus descartes em leilão, agora é justamente o contrário. Colocamos o que temos de melhor para alavancar o evento", explica Rodrigo.


Este episódio do Clac Cast foi patrocinado pela CWB Horses e Milan Horses, e traz também a divulgação da II Edição do CWB Elite Edition, leilão que acontece no dia 26 de abril, na Sociedade Hípica Paranaense. 


Clique aqui para conferir o catálogo do leilão II Edição CWB Elite Edition. 


O episódio do Clac Cast está disponível em vídeo tanto no Spotify, como no YouTube.

Kommentare


bottom of page