top of page

STEPHAN E PRIMAVERA SÃO CAMPEÕES PAN AMERICANOS

Nesta sexta-feira, 03.11, Stephan Barcha atingiu seu principal objetivo do ano, na pista da Escuela de Equitacion Regimento Granaderos, em Quillota - Chile: com sua montada Chevaux Primavera Império Egípcio, conquistou o ouro nos Jogos Pan-Americanos de Santiago 2023!

“O nível técnico da prova estava altíssimo. A gente compete na europa em provas 5* e posso dizer que isso aqui estava para gente grande. A Marina, desenhadora de percurso, está de parabéns! Hoje vou comemorar, amanhã a gente já começa a pensar em Paris”, comentou o campeão com a medalha no peito, após a cerimônia de premiação.

“O que eu sinto na Primavera é uma vontade gigante de fazer certo. Às vezes tenho que conter um pouco o temperamento dela, mas eu também tenho que fazer alguma coisa, se não seria muito fácil, né?! Para mim, ela pode fazer o que o Landpeter fez comigo nos Jogos Olímpicos, ela tem esse potencial e eu nunca duvidei dela” - Stephan Barcha

A égua Chevaux Primavera Império Egípcio, criação brasileira do Haras Montana, tem 12 anos, e é filha de Calvaro Z na égua HFB Primaluna, por Paroli. A égua traça sua carreira com Stephan desde as categorias de Cavalos Novos e teve sempre um planejamento voltado para uma formação de alta performance, visando os Jogos Olímpicos. Desde o início do ano, embarcou para Holanda, para fazer as observatórias e convocação para o Pan na Europa.


Feliz com a vitória, o presidente da Confederação Brasileira de Hipismo, Fernando Sperb, elogiou a campanha feita pelo cavaleiro para estes Jogos: “O Stephan é espetacular, com uma história magnífica desde a categoria de base. Passou toda a temporada voando entre Brasil e Europa para atender todos os seus compromissos profissionais. Ele merece estar aqui, é mérito dele. Impossível não chorar e se emocionar”, disse Fefo.

Para primeira passagem da prova de hoje, 10 conjuntos chegaram com apenas uma falta no campeonato. Stephan foi o número 26 da ordem de entrada, com apenas os americanos Laura Kraut e McLain Ward para entrar depois. Somente Stephan e Primavera seguiram zerados para a segunda volta, assim, o brasileiro já estava a uma pista zerada da medalha de ouro.


Na segunda passagem, McLain cometeu 2 faltas e Laura teve 4 pontos perdidos, deixando o caminho da vitória livre para Stephan, que ainda podia cometer uma falta que seria campeão. Entrando decidido na pista, Stephan traçou um percurso impecável, com apenas uma falta no último obstáculo.



Brasil é ouro: Stephan Barcha e Chevaux Primavera Império Egípcio

Com a necessidade de uma boa pista, Stephan contou que a pressão é um privilégio, já que significa que é o líder: “A gente vem de uma jornada longa, com todo o suporte técnico, a gente sabe exatamente o que deve fazer lá dentro. Viemos preparados para este momento. A pressão é um privilégio. O atleta tem que saber viver na pressão”, comentou o campeão.



Pódio final formado por: 1º - Stephan Barcha e Chevaux Primavera Império Egípcio

2º - Kent Farrington e Landon

3º - McLain Ward e Contagious

Antes da cerimônia de premiação, Canadá e Estados Unidos viveram um momento de tensão. O time do Canadá contestava que a vara do último obstáculo do percurso de Amy Millar teria caído após cruzar a bandeirola final. Após uma longa espera, em que o júri repassou o vídeo do conjunto, chegou-se a conclusão de a vara chegou ao solo antes da amazona canadense passar a linha final. Assim, a segunda e terceira colocação ficou com os EUA.


PEDRO VENISS NA FINAL

O único outro conjunto brasileiro na final era Pedro Veniss e Nimrod de Muze Z. Com boas apresentações, eles acabaram cometeram duas faltas na primeiras passagem e uma na segunda, finalizando seu campeonato com 16.26 pontos perdidos, na 5ª colocação.

Pedro Veniss e Nimrod de Muze Z ficaram em 5º lugar na

disputa individual


“O cavalo foi bem, mas hoje eu não montei muito bem, acabei não merecendo a medalha. Mas o Stephan montou muito bem e, felizmente, conquistou a medalha de ouro para o Brasil. De qualquer forma, fico feliz com a nossa participação. Agora é descansar um pouco depois daqui e, depois, focar em Paris 2024”, comentou o cavaleiro.


A 2CLAC NO PAN 2023


Encerramos a participação da 2clac com muita emoção de vivenciar essa vitória histórica para Stephan Barcha, que temos o privilégio de acompanhar de perto desde o início da trajetória para chegar aqui com a Primavera. Parabéns, equipe Chevaux e Haras Império Egípcio! Que venham os próximos desafios! Ficaremos felizes em estar sempre registrando esses momentos.

Para acompanhar mais mídias da 2clac no Pan Santiago 2023, acesse o nosso perfil do Instagram e confira todos os episódios do CLAC CAST.

Comentários


bottom of page