top of page

Alexandre Barbosa: reprodução para alta performance

Está no ar o 23º episódio do Clac Cast! Esta é a primeira parte de uma conversa agregadora e provocativa sobre reprodução e medicina neonatal para cavalos de esporte. Um papo descontraído com o criador e veterinário Alexandre Barbosa, que é veterinário e criador, mestre em reprodução animal, e proprietário da Epona, centro obstétrico equestre. 


Sobre a inauguração do centro obstétrico para cavalos, Alexandre conta que foi uma ideia que surgiu ao reparar que muitos haras ainda negligenciam cuidados básicos com as receptoras, matrizes e potros. E também conta que a demanda pelo projeto veio, principalmente, da busca por um lugar para criar e hospedar as receptoras, por quem não é criador e não tem haras. "Seja pelo aumento do custo de investimento em um cavalo pronto, pela atual facilidade em criar, ou pelo negócio, muitos atletas que não são criadores estão começando a querer criar seus potros. Mas essas pessoas não tinham onde deixar suas receptoras", conta.


Sobre o mercado e escolhas genéticas no Brasil, Alexandre aponta diversos pontos para reflexão como, por exemplo, a hiper valorização de garanhões antigos. "Para mim, o garanhão bom, tem que ter produzido outros garanhões, tão bons quanto, ou melhores. Um problema hoje é que o pessoal está precificando os embriões de forma errada: eles avaliam a qualidade de um garanhão pela dificuldade da venda do sêmen no Brasil. Aí às vezes você pega um garanhão que não tem tanta qualidade como outro, mas é venda de palheta, e ele acaba sendo supervalorizado", critica. 


Outro ponto importante citado na conversa foi a importância da escolha de linhas maternas consagradas que, de acordo com Alexandre, é um tópico importante na Europa há décadas, é valorizado pelos criadores mais tradicionais do Brasil, mas muito negligenciado por quem quer começar a criar sem consumir conteúdo e estudar sobre genética. 



veterinário alexandre barbosa e potrinho

"Eu não vejo tanta necessidade de utilizar os melhores garanhões do mundo, porque eu não acredito que eles atualmente sejam os melhores do mundo. Quando o meu potro tiver 8 anos, esse ranking já vai estar bem diferente" - Alexandre Barbosa


Clique aqui para escutar o novo episódio do Clac Cast!

Kommentare


bottom of page