top of page

Luciana Lóssio: uma amadora na alta perfomance

O novo episódio do Clac Cast é com Luciana Lóssio, amazona amadora que vem se destacando na alta performance e, no dia 09 de março, conquistou a vitória no seu primeiro GP5*, em Wellington, nos Estados Unidos. A disputa distribuiu $385,000 de premiação e contou com alguns dos maiores nomes do hipismo mundial, como Kent Farrington, atual vice campeão pan americano, McLain Ward, campeão mundial, Karl Cook, Cian O'Connor, Laura Kraut, Harry Charles, entre outros.


Luciana foi campeã Brasileira de Mirim, fez todas as categorias de base e depois acabou se afastando do esporte para investir em sua vida profissional. Depois de 15 anos, já atuando como advogada e ministra do TSE, ela passou a montar aos finais de semana e foi subindo de categoria com sua égua, Lady Louise JMen: foi Vice-campeã Brasileira de Sênior Top, foi campeã do Ranking Senior Top de 2021 e venceu diversos dos mais importantes GPs a 1.60m do Brasil. 


"Eu não tinha intenção de saltar mais alto, comprei a Lady Louise para saltar 1.20m. Mas o Joca, meu instrutor, falava 'você não deve nada a ninguém. Entra lá e galopa pra cima deles!'. Ele dizia que acreditava em mim, e que eu devia acreditar também", relembra. 


Com as conquistas que alcançou, agora Luciana Lóssio e Lady Louise JMen integram a long list de conjuntos em observação para representar o Time Brasil em provas como Copa das Nações e Olimpíadas. Ela conta que "não existe honra maior para um atleta do que integrar essa lista. Talvez eu seja a única amadora na long list e eu fico muito feliz por chegar ali. A gente vai se aprimorando no esporte e alçando voos maiores, que nunca imaginava". 


"Amadores, é possível se desafiar. É possível crescer. A gente pode e deve acreditar nisso. O amador está no esporte para entrar na pista e se divertir!"

- Luciana Lóssio


Quanto a parte técnica, fazendo uma comparação do esporte no Brasil e nos Estados Unidos, Luciana incentivou inclusive os profissionais: "Para fazer uma prova 5* é preciso cumprir uma série de exigências no percurso, e os profissionais podem andar bem lá também! Nós temos profissionais extraordinários, veja o exemplo do Stephan, que é de Brasília e foi campeão Pan-Americano. Os profissionais do Brasil são tão bons quanto os de lá!", afirma. 


Nós também conversamos sobre a história da Luciana no esporte, o papel da mulher no hipismo e na sociedade, além de reflexões acerca do regulamento do esporte e como ele poderia favorecer mais os amadores.  


O episódio está disponível no Spotify e no Youtube, não perca!

Comentários


bottom of page